Como orientar o armazenamento de alimentos

[Tempo estimado de leitura: 2 minutos]

Como orientar o armazenamento de alimentos

Como orientar o armazenamento de alimentos é essencial na consulta nutricional e não pode faltar para seus pacientes! Os alimentos são um ótimo local para a proliferação de microrganismos, esse cuidado evita doenças, como por exemplo, intoxicações alimentares. Por isso, compilamos os principais tópicos para você abordar com seus pacientes sobre o armazenamento de alimentos.

AlimentosComo armazenar
Alimentos secos e embalados (ex: arroz, feijão)Em temperatura ambiente, local arejado e longe da luz solar.
Verduras, legumes e frutasLavar em água corrente para remover as sujidades aparentes, deixar de molho em água com hipoclorito de sódio ou água sanitária sem alvejante e sem perfume (1 colher de sopa para 1 litro de água durante 15 minutos), lavar em água corrente para remover a água clorada e secar. Podem ser guardados na parte inferior da geladeira, já que a temperatura é mais amena.
Alimentos preparadosNão devem ficar em temperatura ambiente por muito tempo. Se for o caso de transportar a refeição, utilizar bolsas térmicas. Porém, o ideal é servir após o preparo e armazenar em potes limpos sob refrigeração ou congelar após a refeição.

 Porém, infelizmente, ainda estamos vivendo tempos de pandemia, alguns cuidados extras são necessários:

  • Higienizar as embalagens com água e sabão ou álcool 70%;
  • É importante fortalecer e apoiar os pequenos negócios sempre que for possível, mas priorize a alimentação em casa, uma vez que todos os cuidados envolvidos podem ser melhor controlados;
  • Caso opte por estocar um pouco mais de alimentos do que o normal, se atentar aos prazos de validade.

De modo geral, a orientação sobre o armazenamento de alimentos deve ser feito de uma maneira educativa, explicando as vantagens de seguir as orientações e os problemas que podem acontecer ao não respeitar essas regras. O armazenamento de alimentos é uma parte essencial da orientação nutricional, já que, caso não seja feito corretamente, pode representar risco para o paciente. Mas não basta ter conhecimento do assunto: é preciso saber também como passá-lo para o seu cliente de forma clara e didática.

Gostou do nosso conteúdo? Se sim, compartilhe com suas(seus) colegas!

EasyDiet, feito por nutricionistas para nutricionistas.

Autor do texto: Matheus Medeiros

O blog da EasyDiet é aberto para qualquer nutricionista ou estudante de nutrição enviar textos. Por isso, a responsabilidade do conteúdo do texto é inteiramente do autor(a) e não reflete necessariamente o posicionamento da empresa.

Compartilhe com seus amigos
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Sobre o autor

Posts Relacionados

Assine nossa Newsletter