EasyDiet – blog

Glutamina: da teoria à prática

A glutamina é o nutriente preferido das células intestinais e do sistema imune. Mas devido a esse fato, muitas pessoas acabam associando e acreditando que suplementar glutamina aumenta a imunidade. Antes de falar sobre essa associação com o sistema imune, vamos falar um pouco sobre a absorção intestinal da glutamina.

Esse aminoácido é utilizado como fonte principal de energia dos enterócitos, assim, cerca 70% da glutamina que chega no intestino é consumida pelos enterócitos, e os 30% que passa para o sangue ainda pode reaproveitado por essas próprias células. Como praticamente não sobra glutamina nesse processo para ser aproveitada por outras células, logo ela não estimula diretamente o aumento da imunidade. Porém, a glutamina é útil na melhora do funcionamento intestinal. E pelo fato de ser muito bem absorvida e utilizada pelas células intestinais, ela pode contribuir indiretamente para o sistema imune. Vamos explicar o porquê ser indiretamente.

A medida que se melhora o funcionamento do intestino, muitas vezes por consequência, se ver melhora também da imunidade. É comum o comprometimento imune devido ao mau funcionamento do intestino, devido à alterações na barreira das células intestinais (tight junctions). O “afrouxamento” dessa barreira leva a uma maior permeabilidade de microrganismos e moléculas pró-inflamatórias, como patógenos, toxinas e antígenos, do ambiente luminal para os tecidos da mucosa e sistema circulatório. Estudos mostram que a glutamina pode melhorar tight junctions, mantendo permeabilidade intestinal em níveis normais. Por isso, acaba melhorando o seu sistema imune. Mas perceba que a melhora da imunidade é de uma forma indireta.

Levando para a prática…

A glutamina é bastante utilizada em casos de síndrome do intestino irritável, com a finalidade de reparação das células do intestino, regularizando o fluxo intestinal e tendo assim um papel essencial no equilíbrio e saúde do intestino. Em casos de intestino desregulado, seja por obstipação ou por diarreia, a glutamina pode ajudar no fluxo intestinal, funcionamento das células intestinais e na formação do bolo fecal. A glutamina também pode ser benéfica em casos de mau funcionamento das células intestinais devido a doenças ou por comprometimento secundário, em alguns casos de doença de Crohn e intolerância à lactose, por exemplo. Já em pacientes que tenham tumores ou câncer do trato gastrointestinal não é recomendada a suplementação por ser um nutriente estimula o maior funcionamento e replicação das células intestinais.

Quando vamos falar da aplicação no esporte, a suplementação de glutamina não tem comprovação científica de aumentar o rendimento e performance, seja relacionado com a melhora do condicionamento físico ou hipertrofia. Sabe-se que a glutamina pode estimular a via mTOR, responsável pela síntese de produção de proteínas, porém, com a glutamina essa via é estimulada nas células intestinais, e não no músculo. Assim, a suplementação de glutamina não atua no processo de hipertrofia muscular.

Em atletas, é comum haver o comprometimento das tight junctions devido a hiperperfusão do intestino. Assim, atletas tem uma maior probabilidade de ter uma maior permeabilidade intestinal, e por consequência, ter a imunidade afetada. Vale ressaltar que essas alterações na barreira intestinal acontecem com atletas de alto rendimento, e não em desportistas. E nesses casos de alto rendimento e por esse motivo das alterações nas tight junctions, a suplementação de glutamina pode ser útil e os estudos mostram resultados efetivos sobre a performance e imunidade.

Doses recomendadas

A literatura mostra uma comprovação científica é na faixa de 5 a 10 g podendo ser dividida e oferecida em jejum ao acordar e antes de dormir, ou seja, distante das refeições para melhorar sua absorção. Na prática, ao invés de dar os 10 gramas de uma vez, você pode fracionar 5 g em jejum ao acordar e 5 g antes de dormir para ter um melhor aproveitamento da glutamina.

Gostou das nossas dicas? Se tiver dúvidas e sugestões, entre em contato conosco. Compartilhe com seus colegas e desfrute da EasyDiet, o melhor software de atendimento nutricional do mercado!

EasyDiet, feito por nutricionistas para nutricionistas.

Autor do texto: Matheus Medeiros

Referências:

Glutamine in critical care: current evidence from systematic reviews. 2006.

Oral supplementation with L-glutamine alters gut microbiota of obese and overweight adults: A pilot study. 2015.

Glutamina como coadyuvante en la recuperación de la fuerza muscular: revisión sistemática de lá literatura. 2015.

Effect of Glutamine supplementation combined with resistance training in young adults. 2001.

Membrane transporters for the special amino acid glutamine: structure/function relationships and relevance to human health. 2014.

Como atender a alta demanda de vegetarianos no consultório

O crescente número de aptos ao veganismo/vegetarianismo é refletido nos consultórios de nutrição. Assim, você pode se perguntar: como atender essa alta demanda de vegetarianos?

Primeiramente, se você não se sente confortável atualmente em atender essa demanda ou não quer atender, você pode encaminhar para um colega outro profissional da área, não há problema nenhum nisso. Isso porque, é claro que é um público com especificidades importantes e por isso precisamos estar por dentro sobre as necessidades desse público, saber os conceitos de cada grupo dentro do próprio vegetarianismo e nos atualizando sempre sobre o tema. Então, se você quer atender esse público devido à alta demanda que está vindo para o seu consultório, o indicado que você estude bastante antes de atender os primeiros clientes vegetarianos, procurar estudos que possam embasar suas condutas nutricionais e então, quando você estiver segura, atender a demanda.

O que fazer na prática

Na prática, por exemplo, é bem difícil atender um paciente vegano e entregar o plano alimentar no mesmo dia. Além de ter algumas peculiaridades, como o uso de suplementação, os substitutos das refeições são um pouco mais “trabalhosos” de planejar (se você ainda não estiver familiarizada com esse público), você deverá pesquisar receitas que atendam esse público, enfim. São vários pontos que merecem uma atenção maior devido à dificuldade, natural, que você poderá ter em conseguir adequar o plano.

Para que você se sinta mais segura e confiante ao iniciar os atendimentos com vegetarianos, peça prazo (a depender de quanto você precise, 3-5 dias, por exemplo) para estudar o caso dele e para entregar um plano alimentar. Nesse tempo, você pode consultar um(a) colega que tenha uma certa experiência com esse público e que possa te ajudar nos primeiros pacientes.

Com relação ao planejamento alimentar, alguns nutrientes podem ser mais difíceis de adequar sim em relação a uma dieta onívora. Porém, isso vai depender muito de qual “grupo” de vegetariano você está atendendo. Por exemplo, ovolactovegetarianos tendem a ter um planejamento mais fácil de adequar os nutrientes em relação a veganos e vegetarianos estritos. Alguns nutrientes podem precisar serem suplementados, como proteínas em geral, cálcio, ferro, ácido fólico e vitamina B12 merecem atenção durante o planejamento e o monitoramento dos exames bioquímicos desses nutrientes é essencial.

Gostou das nossas dicas? Se tiver dúvidas e sugestões, entre em contato conosco. Compartilhe com seus colegas e desfrute da EasyDiet, o melhor software de atendimento nutricional do mercado!

EasyDiet, feito por nutricionistas para nutricionistas.

Autor: Matheus Medeiros

Como ensinar o paciente a ler o rótulo de produtos

Parece básico, mas ensinar um cliente/paciente a ler o rótulo de produtos e interpretar corretamente é fundamental para o empoderamento na hora da escolha de produtos alimentícios.

Há diversas formas de ensinar e passar esse conhecimento para o cliente/paciente e nenhuma está errada, porém, a probabilidade da informação fixar mais é mostrando na prática como ler o rótulo de produtos.

Por exemplo:

  • Podemos ensinar fazendo a demonstração de alguns produtos, pegue uma foto ou a lista de ingredientes daquele produto e mostre ao paciente, como ele pode identificar um “falso” produto integral ou produto que não seja de tão boa qualidade.
  • Mostre quais são os nomes que não devem conter nos alimentos como açúcar, glutamato monossódico, adoçantes artificiais, dentre outros. Ou até melhor, você pode criar uma lista que o nome dos ingredientes que se deve evitar o consumo em produtos alimentícios, até orientar que se tiver algum ingrediente com um nome desconhecido (como sulfito de sódio, benzoato de sódio), nomes que são estranhos e que o paciente não consiga reconhecer, evitar o consumo e que se tire a dúvida com você.
  • Mostre na prática também que a lista de ingredientes se encontra na ordem decrescente. Então você explica que começa primeiro é o que tem em maior quantidade no produto.
  • Deixe claro que a tabela nutricional ela não é o mais importante. Não é importante que ele veja a quantidade de carboidrato que tem naquele produto, a quantidade de calorias, porque o que determina a qualidade nutricional do produto são os ingredientes e não se ele contém ou não carboidrato, proteína e/ou gordura.
  • Explique a importância de não comprar produtos que contenham açúcar, gorduras trans e transgênicos. Mostre qual é o símbolo de um alimento transgênico para evitar o consumo.

Gostou das nossas dicas? Se tiver dúvidas e sugestões, entre em contato conosco. Compartilhe com seus colegas e desfrute da EasyDiet, o melhor software de atendimento nutricional do mercado!

EasyDiet, feito por nutricionistas para nutricionistas.

Autor do texto: Matheus Medeiros

Vantagens e desvantagens de atender por convênio

Quando começamos os atendimentos em consultório, nos deparamos com uma possibilidade: atender por convênio. Mas antes de você decidir sobre isso, pondere as vantagens e desvantagens de atender por planos de saúde.

Com bastante sinceridade, não há muitas vantagens em atender por plano de saúde, porém, a principal é que você tem uma maior rotatividade, uma maior demanda de clientes/pacientes. E com isso você vai ter seu nome inserido no mercado. Porém, você pode ter uma falsa impressão de que você pode estar atendendo mais com os convênios e que vale a pena. A realidade é que como o valor repassado do convênio para você é muito pequeno, é uma conta injusta, e acabamos entrando no ponto negativo.

A principal desvantagem de atender por convênio é a quantia paga aos nutricionistas (não pense que com outros profissionais de saúde é muito diferente porque não é) varia em média entre 18 a 45 reais. Isso mesmo. Logicamente, esse valor não vale a todo o trabalho que o nutricionista faz durante a consulta como anamnese, avaliação física, elaboração da dieta, dos substitutos etc. Então para compensar financeiramente, seria preciso um volume de atendimento muito grande, mas como precisamos fazer um atendimento de qualidade com essa série de avaliações dentro da consulta, acaba sendo impossível oferecer alguma qualidade nessa quantidade tão grande de atendimentos. E pense bem, será que esse valor condiz com os mais de 4 anos que você estudou para atender? Além, dos cursos, pós-graduações, horas e mais horas de estudos para atender um paciente de forma individualizada.

Digamos que você ainda opte por atender por convênio

E tudo bem com isso, tá? Dada a vantagem de atender por plano de saúde no início para captar seus clientes, uma dica é você encarar isso com um “marketing” dos seus atendimentos. Se você consegue se manter financeiramente por um tempo e quer atender por plano, não tem problema nenhum. Mas leve isso como uma estratégia temporária de captação de clientes. Estipule um prazo, uma data limite que você atenderá por plano e depois você encerra. Isso vai ser um compromisso para que você não se acomode e ache que dá para viver de atendimentos por plano, o que não é verdade. Além disso, você pode aproveitar esse tempo fazendo um atendimento muito bom, e as pessoas vendo e sentindo isso, elas acabam se fidelizando a você. Então no momento que você sair do plano de saúde para atender de forma particular, alguns pacientes ainda ficaram fiéis a sua consulta.

Mas vale ressaltar que se você achar melhor não atender por convênio para captar mais clientes no início, há outras formas e até melhores de captar clientes que você pode usar sempre, de forma consistente e sustentável. A melhor delas é investir no seu marketing. Se você quiser saber mais sobre, clique aqui.

Gostou das nossas dicas? Se tiver dúvidas e sugestões, entre em contato conosco. Compartilhe com seus colegas e desfrute da EasyDiet, o melhor software de atendimento nutricional do mercado!

EasyDiet, feito por nutricionistas para nutricionistas.

Autor do texto: Matheus Medeiros

4 ferramentas para alavancar seus atendimentos

ferramentas para alavancar seus atendimentos

Vivemos na era digital, e por este fato, o nutricionista precisa estar inserido nas novas tecnologias que possam facilitar sua vida e atrair mais clientes/pacientes para seu consultório. Então vamos te mostrar as 4 ferramentas que podem alavancar seus atendimentos e te tornar referência no mercado.

Redes sociais

É imprescindível que você tenha redes sociais. Esta ferramenta, quando bem utilizada, é a vitrine do seu trabalho. Nela, você pode mostrar o quanto você é bem capacitada, que estar por dentro das novidades da nutrição, que suas dietas prescritas são fáceis de serem seguidas além de saborosas, e assim agregar valor ao seu trabalho.

Equipamentos de qualidade

Para ter equipamentos de qualidade, não é preciso fazer grandes investimentos. Um kit com um bom adipômetro, fita antropométrica, balança e estadiômetro já é um ótimo começo para iniciar os atendimentos. Mas ainda temos algumas dicas de ouro! Se você é estudante e vai se formar em poucos períodos, você já pode ir comprando alguns equipamentos. Isso vai evitar que você tenha que comprar tudo de uma só vez no futuro. E você já é formado (a), não tem problema! Procure atender em locais que já tenha alguns desses equipamentos e compre os seus gradativamente.

Software de nutrição

Para um bom atendimento, é fundamental escolher um bom software de nutrição. O programa deve consistir em praticidade, ou seja, descomplicado e otimizado para que você não perca tempo com itens desnecessários e agilize seu atendimento. Ele deve ser projetado para que, caso você queira, seja possível entregar a dieta ao paciente na hora da consulta e evitar os retornos para entrega do plano alimentar. E além disso, que você possa personalizar ao máximo o design do plano alimentar, dessa forma, você entregar uma dieta única (em todos os sentidos), agregando valor ao seu atendimento. Sendo assim, a EasyDiet é sua melhor opção!

Aplicativo prático aos seus pacientes

O paciente ter acesso a um aplicativo prático, em que ele possa ver seu plano alimentar, avaliação antropométrica, orientações, receitas e que você, nutricionista, possa atualizar essas informações e o paciente vê-las em tempo real, é um diferencial de valor inestimável. Dessa forma, você irá fidelizar ainda mais os seus pacientes e agregar ainda mais valor ao seu trabalho. Também dessa forma, o EasyDiet torna-se a sua melhor opção!

Procure utilizar essas ferramentas para alavancar seus atendimentos e veja sua carreira decolar ainda mais!

Gostou das nossas dicas? Se tiver dúvidas e sugestões, entre em contato conosco. Compartilhe com seus colegas e desfrute da EasyDiet, o melhor software de atendimento nutricional do mercado!

EasyDiet, feito por nutricionistas para nutricionistas.

Autor do texto: Matheus Medeiros

Como o trafégo pago pode te ajudar a captar mais pacientes

Se você quer captar mais clientes para o seu consultório, eu vou te dar uma dica: pague o Facebook e o Google para encontrar os clientes para você. Simples e direto assim. O trafégo pago é a melhor forma de “automatizar” a captação mais pacientes.

Por que eu  falo isso? Porque eu acredito que você gastou muito tempo e dinheiro para ser o profissional que você é hoje. Então você não pode perder tempo fazendo post engraçadinho ou muito elaborado que demande muito tempo para que o alcance/impacto “exploda” organicamente ou viralize, ou seja, que você não paga nada para que aquele post seja distribuído para quem não te conhece ainda.

Essa estratégia não é interessante porque você vai depender que as pessoas compartilhem aquele post que você fez, e de certa forma é esperar um milagre, esperar que as pessoas gostem muito do seu conteúdo e/ou serviço a ponto de compartilharem massivamente. Enquanto que na outra situação, você pagando o Facebook e o Google, ou seja, investindo em trafégo pago para encontrar os clientes para você, o que vai acontecer é que você vai economizar tempo, vai automatizar a captação de clientes e aparecer pra quem ainda não te conhece ainda, tudo isso investindo nessas plataformas.

Nelas, por exemplo, você vai poder filtrar públicos por gênero, idade, localidade, interesses e muito mais. Então você pode impactar e encontrar pessoas interessadas no seu serviço, no seu atendimento.

Gostou das nossas dicas? Se tiver dúvidas e sugestões, entre em contato conosco. Compartilhe com seus colegas e desfrute da EasyDiet, o melhor software de atendimento nutricional do mercado!

EasyDiet, feito por nutricionistas para nutricionistas.

Autor do texto: Matheus Medeiros

Como é que você acha que a nutrição vai estar daqui a 10 anos?

Como é que você acha que a nutrição vai estar daqui a 10 anos? Será que o modo de atendimento vai ser mesmo que é agora? Será que a tecnologia vai mudar a forma que a gente se relaciona dentro do consultório?

Isso é um fator muito importante que você tem que pensar na sua diferenciação para que você descole dos demais “concorrentes”, digamos assim, e você acabe se destacando no mercado. Assim, você vai estar se adiantando em relação aos demais e não precisará “correr” atrás de clientes/pacientes, eles quem vão a procura do seu atendimento.

Um bom exemplo de uma pessoa que se adiantou no mercado foi Steve Jobs, por exemplo, quando ele criou o iPhone. Foi uma necessidade que ele viu que tinha nas pessoas, mas as pessoas não sabiam quem tinham aquela necessidade.

Então o que é que você pode fazer para os seus clientes para que você atenda uma necessidade que eles têm mas não sabem até agora? O que você pode fazer/criar/oferecer que pode estar 10 anos na frente dos seus “concorrentes”?

Um exemplo claro de diferenciação é seus pacientes terem acesso ao plano alimentar, avaliação antropométrica e orientações direto do smartphone via aplicativo. E essa já é uma realidade, apesar que muitos, infelizmente, ainda não oferecem isso. Mas na EasyDiet, seus pacientes tem esse recurso gratuitamente. Nem eles, nem você pagam por isso.

Mas quero saber de você, como é que você acha que a nutrição vai estar daqui a 10 anos? Deixe sua opinião nos comentários!

Gostou das nossas dicas? Se tiver dúvidas e sugestões, entre em contato conosco. Compartilhe com seus colegas e desfrute da EasyDiet, o melhor software de atendimento nutricional do mercado!

EasyDiet, feito por nutricionistas para nutricionistas.

Autor do texto: Matheus Medeiros

Como trabalhar a timidez para que ela nunca te atrapalhe

Quando eu falo sobre marketing de conteúdo para meus colegas, para meus amigos, eles falam: “Ah Matheus, mas eu tenho timidez, vergonha de fazer vídeo, de fazer texto, de aparecer”. E eu sempre digo: se você tem vergonha de aparecer, você tem vergonha de ter sucesso.

Porque de nada adianta você tem muito conhecimento técnico (não que isso seja ruim), ter várias pós-graduações, vários cursos, se pouca gente te conhece. Você precisa se tornar conhecida entre as pessoas que estão interessadas no seu serviço, conquistar autoridade quando o assunto é nutrição. Assim, as pessoas vão confiar mais em você, e consequentemente, seus atendimentos irão aumentar, você terá um negócio de sucesso, um consultório lotado.

Então se você tem que timidez, não se preocupe. Faça seus vídeos, faça seus textos. A vergonha e o medo vão aparecer, não tenha dúvida disso, mas você tem que enfrentar isso. E eu te digo uma coisa: se você produzir vídeos textos e não tiver vergonha deles daqui há 2 ou 3 anos, com certeza você não tá evoluindo.

Você pode sentir vergonhano início, isso não é problema, mas tenha certeza que treinando, fazendo acontecer, gravando videos, fazendo textos, aparecendo, toda essa timidez vai acabar. Até porque o importante é que você vai estar fazendo a sua base de audiência, você vai estar fazendo o seu negócio/atendimento crescer e impactando mais vidas com a nutrição.

Gostou das nossas dicas? Se tiver dúvidas e sugestões, entre em contato conosco. Compartilhe com seus colegas e desfrute da EasyDiet, o melhor software de atendimento nutricional do mercado!

EasyDiet, feito por nutricionistas para nutricionistas.

Autor do texto: Matheus Medeiros

Números nas redes sociais não significa sucesso

Muita gente acha que números nas redes sociais, seguidores, curtidas, de engajamento quer dizer muita coisa. Acha que é sinônimo de sucesso, mas na verdade não é.

Eu conheço muitas pessoas que têm menos de 3.000 seguidores, um engajamento normal, mas que esses seguidores são tão fiéis que eles pagariam muito pelo serviço ou produto daquela pessoa, justamente porque aquela pessoa agrega valor na vida dos seus seguidores, na vida dos seus fãs.

Então números nas redes sociais acabam não dizendo muita coisa. Se você tem uma base sólida de seguidores, de fãs nas suas redes sociais, isso é o que importa! Não adianta você ter um número gigante “a força” de seguidores, sem uma conexão forte com eles, sem ter uma boa presença digital e sem agregar valor na vida dessas pessoas. É a mesma coisa de ter muito dinheiro de brinquedo e acreditar que está rica(o).

Lembre-se sempre disso: seguidores não são números, são pessoas. Então você saber como construir essa base sólida de fãs por meio do marketing de conteúdo e de outras ferramentas e estratégias, é fundamental para o seu sucesso.

Se isso fez e faz sentido para você, para seu crescemento profissional, considere fazer o curso EasyMarketing! Clique aqui e saiba mais.

Gostou das nossas dicas? Se tiver dúvidas e sugestões, entre em contato conosco. Compartilhe com seus colegas e desfrute da EasyDiet, o melhor software de atendimento nutricional do mercado!

EasyDiet, feito por nutricionistas para nutricionistas.

Autor do texto: Matheus Medeiros

Como as férias podem te ajudar no consultório

Uma pergunta muito comum que recebo é: “Matheus, eu devo tirar férias? Será que com férias eu não vou diminuir meu faturamento porque eu não estou lá, atendendo no meu consultório?”.

E eu sempre tento explicar que o descanço é fundamental pro nutricionista ou para qualquer pessoa que dependa de produtividade mais relacionada ao marketing de conteúdo. Ou seja, na prática, férias acaba sendo até um investimento que você faz no seu negócio.

Com relação ao faturamento, você não deve se preocupar tanto se você tiver realmente um planejamento financeiro efetivo. Isto é, você sempre vai ter uma reserva ali se precisar.

Mas as férias realmente são fundamentais para que você desenvolva mais a sua criatividade, para ter ideias para posts, para o marketing de conteúdo em si. Porque quando você está trabalhando, você fica naquela pressão “ah, o que fazer conteúdo, mas eu tenho que trabalhar, eu não tenho tanto tempo”. Mas com organização é sempre possível.

O que pode acontecer durante as férias

Sua mente vai trabalhar em background e você vai ter ideias naturalmente, você vai ter insights naturalmente sobre o que postar, sobre o que escrever, sobre o que fazer vídeo, seja lá qual seja a forma que você faz o seu marketing de conteúdo.

Eu não estou dizendo para você já preparar o seu marketing de conteúdo enquanto está nas férias. Não. Você deve aproveitar bem as férias, só que, como sua mente está trabalhando ainda em background, você vai anotar os seus insights e quando você voltar de férias realmente e começar já trabalhar nos seus posts, você pega essas ideias e trabalha em cima delas.

Então as férias servem além de descansar, para você ter mais insights, deixar sua criatividade trabalhar naturalmente.

Gostou das nossas dicas? Se tiver dúvidas e sugestões, entre em contato conosco. Compartilhe com seus colegas e desfrute da EasyDiet, o melhor software de atendimento nutricional do mercado!

EasyDiet, feito por nutricionistas para nutricionistas.

Autor do texto: Matheus Medeiros